terça-feira, 28 de novembro de 2017

Projeto: cobertura

Esse apartamento, no segundo andar, tinha apenas a cozinha, área de serviço e uma pequena sala. A área externa era relativamente grande e ociosa...
O que projetei: Um prolongamento da cobertura existente com fechamento de vidro. Como bate muito sol ali à tarde, foi necessário utilizar persianas para proteger o espaço.
A área foi dividida em dois ambientes que se integram, mas são distintos. O sofá de fibra sintética com almofadas coloridas deu uma vida ao espaço.




A churrasqueira pré-fabricada foi revestida de porcelanato que lembra pequenos seixos rolados e para disfarçar a porta do banheiro, desenvolvi um painel que faz essa função e também recebe um móvel de apoio.




O balcão de madeira recebeu banquetas de madeira, bem rústica.



Na área que ficou descoberta, instalei uma ducha em uma torre com revestimento super delicado, o Florita da Rerthy. Para criar assentos e volumes para colocar plantas, tem um deck em várias alturas. E com essa vista, tudo casou com perfeição!


terça-feira, 26 de setembro de 2017

Cozinhas Integradas

Sempre que recebo uma dúvida ou solicitação de algum assunto lá no Instagram (@jurfaria), já corro e organizo uma postagem específica do que me pediram. É o caso do post de hoje!

Cozinhas integradas, ou cozinha americana, ainda não são muito habituais por aqui, mas vem ganhando cada vez mais adeptos. Como planejar esse espaço, uma vez que ele fará parte da sala? A cara da cozinha tem que ser bem bacana e "conversar" com o restante da decoração.

O uso de revestimentos diferenciados, marcantes é um ótimo recurso para criar essa unidade. Eles destacam e agregam elementos na decoração.




A parte de armários e prateleiras também deve ser bem pensada, mais leve para não comprometer o visual e não tornar o espaço carregado. Louceiros com vidro ficam um charme e resolvem muito bem como armazenar as coisas, armários na mesma cor da parede ficam disfarçados...








Outro elemento que funciona demais e ajuda na integração dos espaços é colocar uma bancada que ligue a cozinha à sala. É prático, pode ser uma mesa de lanches rápidos, aparador ou até mesmo, a própria mesa de jantar, dependendo do espaço do apartamento.






O importante é você conseguir unir os espaços e tornar o ambiente bem prazeroso de usar. Se você possui uma cozinha que "funciona" bem no dia a dia, o escolha de um bom depurador ou coifa é de suma importância. Hoje existem excelentes modelos e com design bem diferentes!

imagens: Kika Antunes, Pinterest e Blog Contemporist

terça-feira, 22 de agosto de 2017

Projeto: Quarto de casal

Para esse quarto de casal funcionar e atender melhor às demandas dos clientes, foi necessário incorporar uma varanda que tinha nele. Até porque a varanda era pequena como espaço de aproveitamento para pessoas, e tinha espaço suficiente para nos atender nos armários que eram necessários.


Os clientes queriam que todo cantinho fosse aproveitado para guardar as coisas deles, e consegui atender bem ao que eles queriam.



Pelas normas do prédio, não era possível fazer um armário teto/chão, pois as costas do armário deixariam a fachada diferente...e diminuiria a entrada de luz. Então segui o padrão de instalação da cortina de vidro e coloquei uma cortina com blackout em cima da sapateira (nesse caso não foi possível instalar uma persiana porque os ganchos da cortina de vidro impediam a instalação dela).




Emendei o painel da Tv nas portas do armário propositalmente, para que desse essa sensação de um painel único. Tanto o painel, quanto as portas foram laqueadas na mesma cor. O espelho na outra parede, além de ampliar, dá continuidade à outra porta de armário.


Utilizei na cabeceira um recurso que gosto muito, que é inserir arandelas substituindo um abatjour.Assim o criado fica livre para colocação de objetos pessoais.





quarta-feira, 9 de agosto de 2017

Projeto: quarto de bebê

Um dia eu recebi um whatsapp de uma cliente antiga, eu tinha feito o apartamento dela quando ela estava casando... "Ju, tudo bem? Tenho uma novidade!" Na hora pensei em gravidez. E ela: "Estou grávida! Esperando 3 meninos!". A gente não tem como ficar mais feliz, né? Mas desenvolver o quarto dos três seria um desafio: o espaço não era lá tão grande e eles iam ficar juntos.
No meu instagram (@jurfaria) todo mundo acompanhou a montagem, os detalhes. E hoje é chegado o dia do projeto completo! Fizemos tudo em tempo recorde, pois a gravidez de trigêmeos tem uma duração menor que uma de uma criança... Eles nasceram 2 semanas depois do quarto entregue!
A base definida como cor foi a dos berços. Eles foram feitos (medida especial) em laca cinza bem clara. A partir daí fiz a escolha do papel de parede e dos tecidos que seriam utilizados nos rolinhos dos berços, nas almofadas e trocador.
Na cômoda optei por um azul mais fechado, tipo uma cor de jeans para contrastar com as cores mais leves. O colorido veio para os nichos e prateleiras.













parceiros nesse projeto:
Madriart Móveis
Ana Luiza Decorações
Tom Sobre Tom
fotos: Kika Antunes

sexta-feira, 4 de agosto de 2017

Revista Cidade: Home Office

No Stories do Instagram eu já dei uma canja da minha coluna da Revista Cidade. Como sempre a edição da Revista está linda e vale a pena acessar não a matéria de decoração, mas toda ela! shoppingcidade.com.br




segunda-feira, 24 de julho de 2017

Cabeceiras

Há um tempo atrás não existiam tantas opções de colchões, camas, etc. Então todas as pessoas faziam suas escolhas de camas apenas se baseando no design da cabeceira e se haveria cama auxiliar (bicama) ou não. No máximo um beliche quando faltava espaço ou a quantidade de filhos era grande.
Hoje não só a opção de tipos de cabeceiras aumentou, como a oferta e tipos de colchão (e tamanhos) é bem maior.

A primeira coisa a ser definida é o tamanho do colchão. Em seguida, a definição se vai ser de mola, de espuma, box, bibox, tipo baú... A partir daí, o espaço que temos disponível conta muito para a definição do tipo de cabeceira.


                                 
 Nesse quarto a opção foi por um box com cama auxiliar, e ele vai ficar encostado nesse painel com nicho. O painel foi revestido de couro facto, o nicho de laca recebeu iluminação e acrílico para segurar os objetos e livros que são colocados nele.

 Já nesse quarto, a cama é básica, com colchão de espuma. O painel de laca que contorna as paredes funciona como cabeceira e a bancada estreita atrás auxilia como um criado.



                            
Nesse projeto, utilizei cama box padrão, e por ser um quarto pequeno, desenvolvi uma cabeceira tipo baú, onde ficam guardados edredons, travesseiro... O acabamento é de melamínico branco e o criado compartilhado veio em madeira escura para contrastar.


 

E cama box sem cabeceira e sem painel, pode? Claro que sim! E uma das opções utilizei a ideia de sofá para poder tornar a cama mais confortável.

Nesse caso a cabeceira foi desenvolvida tipo painel e ela ajudou a disfarçar o pilar da parede. Aqui a opção foi por um modelo de painel mais alto.


A utilização de espelhos também funciona, e nesse caso mesclei com uma plotagem de uma foto do casal centralizada.

Nesse quarto, também com cama box, desenvolvi um painel com nicho para colocação de fotos. Um detalhe de perfil de alumínio dão um efeito bem leve para a estrutura.


Mais uma opção de painel alto e espelhos. Aproveitei o painel para instalar arandelas e deixar os criados mais livres. A diferença aqui fica no painel que vira nas laterais e faz um conjunto bem harmonioso com os criados.

Nesse quarto a opção foi por cama tradicional, com cabeceira. Revestida de linho, quase na cor da parede, ela vira um complemento bem leve.
Não tenho interesse em prejudicar ninguém, muito menos ferir direitos autorais. Se alguma foto que ilustra o blog é de sua autoria e não lhe foi dado o devido crédito, envie um email que terei prazer em mencionar. Caso você queira que a sua foto seja retirada, atenderei sua solicitação de imediato!